O que é e o que fazem os traders?

O que é e o que fazem os traders?

Olá, meu nome é Caio Sasaki e comecei a minha carreira de trader em 2005. Hoje, opero dólar no nosso mercado e compartilho minhas experiências ao vivo com milhares de traders diariamente, através do Portal do Trader.

Se você já parou para estudar um pouco sobre investimentos em bolsa de valores, provavelmente se deparou com a palavra trader. Em uma tradução livre, a palavra significa negociador e, por muito tempo, foi empregada no setor de comércio exterior, importação, exportação, etc. Contudo, no mercado financeiro, ela define a pessoa que negocia renda variável, ou seja, ações ou derivativos, como opções e contratos futuros. O trader é o investidor de perfil mais arrojado, que aceita maiores exposições ao risco. Podemos dizer que se trata de um sinônimo mais discreto para especulador.

A maior parte dos traders opera no médio e curto prazo, buscando aproveitar pequenas oscilações no mercado. Aliás, existe uma categoria específica de traders, focada nas operações intradiárias: o day trader. Esse tipo de investimento cresceu muito com o avanço da tecnologia, que barateou os custos operacionais e tornou os processos de negociação mais eficientes, permitindo a popularização dos investimentos em bolsa. Por isso, hoje em dia, é bastante comum encontrar pessoas que vivem única e exclusivamente de curtas operações em bolsa de valores. E, se você tem dúvidas sobre isso, faça um teste simples: digite a palavra trader em uma de suas redes sociais. Você vai se surpreender com o número de pessoas imersas nessa atividade como profissionais autônomos.

Mas vale ressaltar que existem, sim, traders fazendo operações de olho no longo prazo. Além disso, é importante deixar claro que nem todo trader vive exclusivamente disso. Qualquer pessoa poder ser um investidor nessa modalidade, inclusive você. Aliás, é muito comum encontrar pessoas que possuem uma profissão definida, fora do mercado, mas usam o trading como uma atividade secundária, para complementar renda ou simplesmente gerir seu próprio patrimônio visando o longo prazo.

Contudo, a essa altura, cabe um alerta! Como nem tudo é um mar de rosas, vale ressaltar que o trading exige um bom nível técnico, pois, como o mercado é dinâmico, as táticas que funcionam hoje podem não funcionar amanhã. Portanto, é preciso muita versatilidade técnica, além de bastante controle psicológico para lidar com as eventuais perdas no mercado (que vão acontecer com certeza absoluta). Entenda, mesmo os melhores traders do mercado erram em suas decisões. Outra coisa: o trading também exige uma gestão de risco afiada e um bom plano estratégico para se desenvolver e conquistar seus objetivos.

Portanto, se você decidir embarcar nessa jornada, esteja preparado para assumir um compromisso que vai exigir bastante empenho e dedicação da sua parte. Você vai se deparar com muita gente vendendo ilusões nesse mercado, dizendo que é fácil e que existe um método milagroso… desconfie! Não existe fórmula mágica no trading!

Por outro lado, se você se comprometer a estudar o assunto, posso garantir que a consistência nos ganhos é possível e a jornada vale a pena!