Porque identificar meu perfil de investidor?

Conhece a ti mesmo

Essa frase, inscrita no Portal do Oráculo de Delfos, na Grécia antiga, sugere a todos os seres que o autoconhecimento é a receita para uma vida feliz e produtiva.

A experiência mostra que ela vale para a vida como um todo e isso inclui o modo como investimos nosso dinheiro.

Se você se lembrar da aula em que falamos sobre os três pilares do investimento – rentabilidade, liquidez e segurança – verá que todas essas variáveis estão ligadas de algum modo à nossa psicologia.

A rentabilidade remete diretamente às nossas expectativas; a liquidez, à nossa ansiedade; e segurança, mais especificamente o risco, ao nosso medo. Três emoções poderosas que invariavelmente geram ações.

Quando o medo fala mais alto, nos tornamos menos ousados, limitando nossos ganhos.

Por outro lado, há pessoas que adoram o risco, o que pode talvez conduzi-las à imprudência.

Quando a expectativa em relação à rentabilidade extrapola os limites da realidade objetiva, isso se transforma em ganância, sentimento que tem o poder de calar a mente e fazer-nos cegos a determinadas evidências.

A ansiedade pela realização de lucros nos fazer abandonar prematuramente um investimento com alto potencial de ganho, mas que levará bastante tempo para mostrar toda sua lucratividade.

Conhecer profundamente a nós mesmo fará com que saibamos lidar melhor com as emoções que temos e, mais importante, nos impedirá de darmos, como se diz, "um passo maior que a perna".

Nesta série de videoaulas, você aprenderá a identificar seu perfil como investidor e a selecionar investimentos que combinem com o seu jeito próprio de ser e de encarar os investimentos.

Finalize seu cadastro para ter acesso a este e outros conteúdos do Portal do Investimento!

Começar Agora

Teste seu aprendizado

A ideia de risco pode disparar que tipo de emoção?
menu