Quais as vantagens do Tesouro Direto Prefixado?

Prefixados

Títulos prefixados são aqueles em que é possível saber com exatidão o quanto o investidor irá receber se levar seu título a resgate somente em sua data de vencimento.

Essa modalidade de remuneração é adequada para quando há uma perspectiva de queda da taxa básica de juros da economia (Selic) no futuro, até a data do vencimento.

A ideia é obtermos uma taxa maior do que a média anual de inflação durante todo o período.

Entre os prefixados, há basicamente dois tipos de títulos: o Tesouro Prefixado (LTN) e o Tesouro Prefixado com Juros Semestrais (NTN-B).

O Tesouro Prefixado (LTN) tem uma característica peculiar: seu valor nominal de resgate é sempre o mesmo, e equivale a R$ 1.000,00. O que varia é seu preço de compra.

Assim, quanto maior a perspectiva de aumento da taxa Selic até a data do vencimento da LTN, menor será o valor de aquisição.

Exemplo:

Na data de 04/01/2019, este Tesouro Prefixado 2025 estava sendo negociado pelo preço unitário de R$ 600,44. Isso quer dizer que, em 01/01/2025, o investidor irá resgatar seu título pelo valor de R$ 1.000,00 – uma diferença de R$ 399,56 equivalente a uma taxa bruta anual de 8,91% (dados obtidos no site do Tesouro Direto).

Se, depois de alguns dias, houver uma perspectiva de diminuição da taxa Selic, esse título terá um preço unitário de aquisição maior, mas, uma vez que o investidor adquiriu o título, sua remuneração será aquela contratada (neste nosso exemplo, 8,91%) independentemente dos rumos que a taxa Selic tomar no futuro.

O Tesouro Prefixado com Juros Semestrais (NTN-B) também é prefixado, mas possui uma característica especial: ele paga um cupom de juros semestral, o que o torna ideal para quem deseja obter renda passiva.

Uma ótima estratégia para quem quer se aposentar seria aplicar dinheiro nesses títulos, uma vez que a cada 6 meses o investidor obterá uma renda proveniente de seu investimento.

Esse título não é adequado para estratégias de reinvestimento dos rendimentos obtidos. Esses rendimentos estarão sujeitos à tabela regressiva de Imposto de Renda e esse desconto reduziria o montante a ser reinvestido. Para esses casos, o melhor é manter-se nas LTN.

Na data de resgate, o investidor receberá os R$ 1.000,00 mais o último pagamento de juros.

Assim como ocorre na LTN, o resgate antecipado poderá resultar em ganho ou perda em razão da flutuação do preço do título no mercado por ocasião do resgate.

Como dissemos, os valores dos títulos flutuam ao longo do tempo e, se resgatados em um período desfavorável, poderão implicar eventuais perdas – ou ganhos.

Uma redução nas taxas de juros de mercado em relação à taxa de compra do título provoca aumento no preço do título. Já um aumento nas taxas de juros proporciona o efeito contrário. Isso significa, como dissemos, que é possível que o investidor perca dinheiro em títulos de renda fixa, caso ele venda o título antes do vencimento.

Saiba mais

Entenda por que e como os preços dos títulos flutuam ao longo do tempo:

http://www.tesouro.gov.br/web/stn/tesouro-direto-como-funciona-o-mercado-de-titulos-publicos

Encontre as melhores maneiras de conquistar seus objetivos de investimentos. Junte-se ao Portal do Investimento!

Finalize seu cadastro para ter acesso a este e outros conteúdos do Portal do Investimento!

Começar Agora

Teste seu aprendizado

Nome do título do tesouro que é prefixado e não paga juros semestrais é:
menu