Quais são os principais títulos de Renda Fixa?

Um verdadeira vitrine

Quem pensa que renda fixa se limita a Poupança, Tesouro Direto e CDB está perdendo uma excelente oportunidade de incrementar sua carteira de renda fixa com investimentos muito interessantes.

Em boas corretoras, você encontrará uma grande diversidade de ativos onde aplicar seu dinheiro. Veja, a seguir, os investimentos de renda fixa mais comuns encontrados no mercado.

CDB – Certificado de Depósito Bancário

Títulos nominativos emitidos por Bancos e utilizados como forma de captação de recurso.

CRA – Certificado de Recebíveis do Agronegócio

Certificados vinculados a direitos creditórios originários de negócios realizados, em sua maioria, por produtores rurais ou cooperativos, relacionados ao financiamento da atividade agropecuária.

CRI – Certificado de Recebíveis Imobiliários

Títulos lastreados em créditos imobiliários, representativos de parcelas de um direito creditório.

Debêntures

Valores mobiliários que representam dívidas de médio e longo prazos de Sociedades Anônimas, emissoras desses títulos.

DPGE – Depósitos a prazo com garantia de FGC

São depósitos a prazo emitidos por instituições financeiras. Bancos comerciais, múltiplos, de desenvolvimento e investimento, as sociedades de crédito, financiamento e investimento e as caixas econômicas são as instituições autorizadas a emitir esse ativo.

FIDC – Fundo de Investimento em Direitos Creditórios

Fundo de investimento que destina parcela preponderante de seu patrimônio líquido para aplicação em direitos e títulos representativos de créditos (os chamados direitos creditórios) provenientes de operações comerciais, industriais, imobiliárias, financeiras ou de prestação de serviços, entre outras.

LC – Letra de Câmbio

Instrumento de captação das financeiras com o objetivo de financiar suas atividades. Você empresta dinheiro às financeiras em troca de uma rentabilidade preestabelecida.

LCA – Letras de Crédito do Agronegócio

Título emitido por instituições financeiras públicas e privadas, vinculado a direitos creditórios originários do agronegócio. A diferença em relação aos CRAs é que aqueles são emitidos por empresas privadas e, portanto, não têm a garantia do FGC. Já as LCA são emitidas apenas por Bancos e, portanto, contam com a proteção do Fundo Garantidor de Crédito.

LCI – Letras de Crédito Imobiliário

Também emitidas por instituições bancárias autorizadas pelo Banco Central exclusivamente (o que as difere dos CRI) têm o objetivo de financiar o setor imobiliário que tem com o lastro financiamentos imobiliários garantidos por hipoteca ou alienação fiduciária do imóvel.

LF – Letra Financeira

Instrumento de captação de recursos exclusivo das instituições financeiras.

Tesouro Direto

Programa que possibilita a negociação, por meio da internet, de títulos públicos por pessoas físicas.

Títulos Públicos Federais

Títulos emitidos pelo governo por meio do Tesouro Nacional com a finalidade de captar recursos para o financiamento da atividade pública.

Finalize seu cadastro para ter acesso a este e outros conteúdos do Portal do Investimento!

Começar Agora

Teste seu aprendizado

Não é um Título de Renda Fixa:
menu