Portal do Investimento

Bem-vindo, Investidor

Complete seu cadastro e
acesse ferramentas exclusivas

Esqueça a sua carteira de investimentos

por Pedro Brum

Sempre que penso em algo sofisticado, vêm logo à mente situações complexas, artigos de luxo, lugares longínquos, etc. Essa é uma crença que temos e tenho certa convicção que não faz sentido no mundo dos investimentos.

Ontem, em meio a uma ligação de acompanhamento de carteira com uma cliente que atendo há anos, fui questionado sobre o motivo de, na grande parte das vezes, mostrarmos que não faz sentido qualquer tipo de mudança na carteira. Eu entendi exatamente o que ela quis dizer.

Nos conhecemos em meados de 2018 e montamos uma carteira de fundos e renda fixa. Naquele momento, havia gestoras sensacionais distribuindo fundos e ativos de renda fixa com pagamentos ótimos, em comparação ao cenário atual. No fim daquele dia, montamos uma carteira totalmente alinhada com o perfil da cliente e que vem se mostrando super rentável desde então.

No entanto, ela sente que precisa de uma realocação constante, pois, deixar a carteira parada, dá a ela uma sensação de que não está cuidando corretamente do dinheiro. Mais uma vez, trazendo a tona a crença de que o sofisticado é algo que foge da simplicidade.

No caso dela, com o perfil que possui, além dos ativos estarem entregando rentabilidade acima da média, resgatar e mudar de produtos, constantemente prejudicará não só no quesito da rentabilidade, mas, principalmente, na questão tributária.

Logo que o atendimento acabou, comecei a refletir sobre outros métodos de alocação que podemos adotar para ter uma carteira diversificada em setores e países e que você só precisará se preocupar uma vez na vida.

Antes de mostrar algumas possibilidades, preciso comentar sobre ETF’s. Esse instrumento nada mais é que um fundo negociado em bolsa e que replica uma carteira teórica. Um bem conhecido aqui no Brasil é o BOVA11, cuja composição da carteira é a mesma do Ibovespa (principal índice da bolsa brasileira).

Nos principais países Europeus e nos Estados Unidos, boa parte da população investe em ETF’s ao invés de escolher ativos de bolsa diretamente. Um cidadão médio não tem tempo e vontade de se debruçar sobre balanços de empresas trimestralmente para atestar a saúde financeira destas e ficar confiante com a carteira. Esse trabalho não é necessário quando você tem uma carteira de ETF’s, por exemplo.

A carteira do BOVA11 de 10 anos atrás apresenta uma diferença bem grande da carteira atual. Isso ocorre, pois a perda de relevância de alguns ativos faz ela ser eliminada do índice. O processo ocorre automaticamente, você não precisa se preocupar em vender o papel.

Um caso bem clássico é a da petrolífera OGX, do empresário Eike Batista. Ela já foi uma das cinco empresas com maior peso no índice e hoje não faz mais parte dele.

Além do BOVA11, podemos comprar aqui no Brasil o SMAL11, ETF que replica uma carteira teórica de empresas com baixo valor de mercado, e também o IVVB11, onde você se expõe ao S&P500, índice das 500 principais empresas da bolsa americana, de forma dolarizada. Além dos ETF’s, existem fundos passivos que dão a possibilidade de alocação em outros instrumentos, como: ouro, prata, moedas, índices europeus, etc.

O ponto chave para uma alocação passiva é o percentual que irá investir em cada produto. Esse fator influenciará diretamente no risco e na performance da sua carteira. Uma vez que você tem clareza sobre o tamanho de cada instrumento, não há mais com o que se preocupar. A diversificação intrínseca dos ativos economizará seu tempo para que possa se preocupar com o que realmente importa.

O nome desta coluna representa bem o objetivo e a ideia que tento passar para os nossos amigos e clientes. Se a sua carteira de investimentos está tirando o seu sono, é um sinal claro de que há algo errado. A minha percepção é que a trajetória precisa ser leve, prazerosa e você não precisa trocar de produtos constantemente. Um abraço!

Coloco aqui o link da B3 com todos os ETF’s disponibilizados no Brasil: ETFs Listados

Descubra os melhores objetivos para seu perfil.

Pedro Brum

Pedro Brum

Pedro Brum é sócio do Portal do Investimento e atua com operações estruturadas e mesa de operações.