Portal do Investimento

Bem-vindo, Investidor

Complete seu cadastro e
acesse ferramentas exclusivas

A verdade sobre ter conta em corretora no Brasil

por Pedro Brum

Meus pais passaram os últimos 35 anos da vida deles investindo no banco em que tinham bastante segurança e amizade com o gerente. Segundo eles, foi uma trajetória muito tranquila e prática, já que recebiam o salário nesta mesma instituição e todo o capital que sobrava no mês era encaminhado diretamente para esses investimentos. Não faziam ideia do risco a que estavam expostos.

Quando falo de risco, neste caso, me refiro a todo esse tempo perdido. Não os culpo, pois naquele tempo, sem muito acesso às informações e às plataformas abertas, realmente o cliente ficava na mão do gerente da conta. Além disso, mesmo que algumas vezes bem intencionado, o gerente oferecia apenas produtos do mesmo banco. O conceito de plataforma aberta estava longe de ser difundido aqui no Brasil…

Verifiquei e comparei os ativos que eles possuíam. Apesar de ter ficado bem chateado com a oportunidade que perderam durante a vida e os sonhos que poderiam ter conquistado mais cedo, não me surpreendi. Vejo situações bem semelhantes todos os dias por aqui.

A verdade é que esse cenário ficou para trás! Atualmente, as principais corretoras do país oferecem uma prateleira de produtos de diversos emissores, em que o investidor pode realizar a seleção de ativos de uma forma macro, observando todo o mercado, e não uma instituição apenas.

Apesar disso, grande parte dos brasileiros que possuem capital em investimentos financeiros ainda está totalmente engessada em produtos de má qualidade e, até mesmo, na poupança, que atualmente tem um volume acima de R$ 700 bilhões no Brasil. Nesse momento, a poupança perde até mesmo para a inflação e, se esse for o seu caso, não esperaria nem mais um dia para realizar um movimento para um produto de qualidade.

Sim, o processo de forma geral é gradual e, com o tempo e crescimento da educação financeira, o brasileiro tende a tomar decisões mais inteligentes. Além disso, tirar o dinheiro do banco e transferir para uma corretora ainda assusta muita gente. Listei aqui três pontos que podem tranquilizar esse investidor mais cauteloso.

1. Corretoras sólidas

No Brasil, as principais corretoras já possuem solidez bem significativa, além de, em muitos casos, terem grandes bancos como acionistas. O Itaú, por exemplo, é um sócio relevante da corretora XP. Isso confere uma segurança enorme para a instituição.

2. Fundo Garantidor de Crédito

Se você é conservador e deseja aplicar em renda fixa, o Fundo Garantidor de Crédito (FGC) lhe dará a segurança desejada. Ativos como CDB, LCI, LCA, LC, entre outros, contam com essa vantagem e lhe protegem em caso de problemas com os emissores. Clique aqui e veja um material completo sobre isso.

3. Acompanhamento transparente

Um relato que recebo diariamente dos clientes que procuram a nossa assessoria é sobre não saberem ao certo quais são os produtos em que estão alocados no banco e a característica de cada um deles. Falta transparência. Na XP, por exemplo, cada produto é discriminado por perfil de risco e é possível acompanhar a performance a qualquer momento via aplicativo ou site.

Além disso, um investidor que faz aplicações financeiras via corretora pode contar de forma gratuita com um profissional totalmente focado em produtos de investimento. O assessor não lhe empurrará títulos de capitalização, consórcios e poupança, por exemplo. A corretora remunera o profissional para que ele esteja totalmente focado em acompanhar o investidor durante toda a sua jornada.

É muito importante que o investidor tenha um amplo acesso às informações antes de investir e, acima disso, consiga verificar todos os produtos do mercado para o seu perfil, não apenas de uma instituição só. Essa é a grande vantagem de ter conta em uma corretora. Para quem tem interesse em comprar ações, os custos são bem reduzidos também.

Convido você a conhecer o serviço do Portal do Investimento. Ajudamos investidores de todo o Brasil a alcançarem seus objetivos.

Descubra os melhores objetivos para seu perfil.

Pedro Brum

Pedro Brum

Pedro Brum é sócio do Portal do Investimento e atua com operações estruturadas e mesa de operações.