Portal do Investimento

Bem-vindo, Investidor

Complete seu cadastro e
acesse ferramentas exclusivas

Priorizando a geração de riqueza

por Luciano Marcatto

Sem dúvida, uma das melhores maneiras de começar a construir riqueza é através de um planejamento eficaz para as nossas receitas (renda mensal) . Estabelecer prioridades e educação financeira são absolutamente essenciais para o sucesso desta jornada.

A pergunta que pode nos ajudar nesta tarefa é: como estou consumindo minha receita?

Existe no Brasil um percentual significativo de pessoas que empregam mal suas receitas, justamente por falta de educação financeira e consumo inadequado, comprometendo sua situação financeira ao longo do tempo.

Para não compor o grupo que figura nessa estatística e construir riqueza/ patrimônio , buscar conhecimento focado em administrar bem os seus recursos, agir sempre racionalmente, controlando as emoções , te conduzirá de forma consistente a esse objetivo.

Como podemos, então, gerar riqueza a partir de nossas receitas?

Estabelecendo as prioridades da forma correta, alinhadas ao objetivo proposto.

É aconselhável dividir a destinação dos recursos da renda para três finalidades específicas:

1 - Investimentos.

A primeira coisa a fazer é destinar um percentual para investimentos. Esta deve ser a prioridade número 1 porque é o que vai te proporcionar ao longo do tempo riqueza e liberdade financeira, com a ajuda da capitalização composta. Você pode começar construindo uma reserva de emergência e ao longo do tempo ir montando uma carteira diversificada.

2- Lazer e coisas que te fazem bem, de maneira geral.

Este é um percentual que você vai destinar para realizar coisas que te fazem bem, como restaurantes , passeios , viagens, entre outros. Aqui é necessário coerência para não exceder um limite adequado de recursos.

3 - Padrão/estilo de vida

Depois de destinar recursos para investimentos e coisas que te fazem bem, você define o seu padrão/estilo de vida. Algumas pessoas colocam este tópico como prioridade 1 no planejamento de suas receitas , o que pode gerar gastos desnecessários que comprometem seus investimentos e consequente geração de riqueza.

Ter equilíbrio emocional e foco no seus objetivos ajudam você a não se desviar da proposta de um consumo inteligente e a ter um padrão de vida bem pensado, o qual contribui para o crescimento de seu patrimônio.

Perguntas que ajudam a tomar uma decisão saudável para um estilo de vida adequado a esse propósito:

- Eu realmente preciso de determinado bem/ serviço que estou avaliando adquirir?

- O preço deste produto cabe no meu bolso? Financiar me ajuda ou compromete o meu planejamento financeiro?

- Serei mais bem sucedido se, ao invés de pagar parcelas de um financiamento de produto que não preciso, investir esse valor?

Reflita sempre se sua escolha está alinhada ao seu propósito final. O ideal é que o maior percentual de sua renda seja destinado para os investimentos.

A execução desta estratégia requer engajamento total com seu objetivo de gerar patrimônio significativo, ser mais racional do que emocional e não se deixar influenciar por outras pessoas com seus conselhos.

Termino aqui com uma frase de Warren Buffet, um dos investidores mais bem sucedidos do mundo:

"Não invista o que sobrar depois de seus gastos; gaste o que sobrar depois de investir"

Pense nisso e consulte um assessor de investimentos para te ajudar nessa importante jornada.

Bons investimentos.

Descubra os melhores objetivos para seu perfil.

Luciano Marcatto

Luciano Marcatto

Atua no mercado financeiro há 27 anos, passando por grandes instituições, com experiência em assessoria para a construção de carteiras de investimento.